A Wild Child é uma coleção voltada especialmente ao público infantil, cinema, rock e literatura são as inspirações para um material com temas do universo de gente grande, mas com carinha de criança. Os Moletons são apeluciados e bem quentinhos e tem o tamanho de 01 até 12 anos em cores variadas.

 

Todos os moletons necessitam de 7 dias para a
produção.

 

Vendas online para todo o Brasil.

Moletom com Capuz Infantil - Nico - Wild Child

R$ 160,00Preço
Color
  • Bob Dylan, nascido Robert Allen Zimmerman (Duluth, 24 de maio de 1941) é um cantor, compositor, escritor, ator, pintor e artista visual norte-americano e uma importante figura na cultura popular há mais de cinquenta anos. Grande parte de seu trabalho mais célebre data da década de 1960, quando canções como "Blowin' in the Wind" (1963) e "ThNico encontrou fama como modelo. Após abandonar a escola aos 13 anos de idade, ela começou a vender lingerie. Um ano mais tarde, sua mãe encontrou seu trabalho como modelo em Berlim.Enquanto trabalhava como modelo, ela conheceu o fotógrafo Herbert Tobias,que lhe deu o nome Nico. Mais tarde, ela se mudou para Paris e trabalhou para a revista Vogue, Tempo, Vie Nuove, Mascotte Spettacolo, Camera, Elle, e outras revistas fashion no começo dos anos 1950.Após aparecer em vários comerciais de televisão, Nico conseguiu um papel pequeno no filme "La Tempesta" (1958), do diretor Alberto Lattuada. Mais tarde, porém naquele mesmo ano, apareceu no filme "For the First Time", do diretor Rudolph Maté, ao lado de conhecidos atores como Mario Lanza.Em 1959, ela foi convidada para ir ao set de "La dolce vita", do diretor Federico Fellini, atraindo a atenção de tal diretor, fazendo com que ele desse a Nico um pequeno papel no filme. Naquela época, ela tinha se mudado para Nova York para ter aulas de teatro com Lee Strasberg.Após dividir o seu tempo entre Nova York e Paris, ela conseguiu o papel principal no filme "Strip-Tease" (1963), do diretor Jacques Poitrenaud. Ela gravou também o title track para o filme, que foi produzido por Serge Gainsbourg, mas que não fora lançado até 2001, quando a música foi incluida no CD como parte da coletânea francesa "Le Cinéma de Serge Gainsbourg".Durante esse período, ela deu à luz seu filho, Ari (nascido em 1962), que teve como pai o ator francês Alain Delon. Entretanto, a criança foi criada a maior parte do tempo pelos pais de Delon, que sempre insistiu em negar sua paternidade.